Torres pede demissão no Flamengo

O técnico Carlos Alberto Torres pediu demissão do Flamengo, hoje, após a derrota para o Botafogo, por 4 a 2, pela quarta rodada do Torneio Rio-São Paulo. A tendência é a de Carlinhos, que por várias vezes já foi o treinador do Rubro-Negro, assuma a coordenação técnica da equipe e escolha o novo treinador. "Não estava me sentindo bem. Enquanto ia para o vestiário amadureci a idéia e decidi deixar o clube", disse Torres. "Alguns jogadores como o Júlio Cesar me pediram para não sair, mas achei melhor deixar o caminho aberto." Depois de ter brigado com parte da torcida organizada do Flamengo, a situação de Torres começou a se complicar no clube. No meio da semana, ele teve de aceitar a demissão de seu auxiliar- técnico e preparador-físico. Muitos davam como certa a sua saída, mesmo se tivesse vencido a partida. "Lamento, porque tivemos pouco tempo para treinar. Perdemos a chance de continuarmos um bom trabalho", afirmou Torres. "Estou tranqüilo, porque tive uma boa passagem pelo Flamengo e saio sem deixar um inimigo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.