Lindsey Parnaby / AFP
Lindsey Parnaby / AFP

Tottenham fica no empate com o Burnley e chega a cinco jogos sem vitória

Time de José Mourinho desperdiça oportunidade de ficar mais próximo da zona de classificação à Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2020 | 17h48

Na acirrada disputa pela quarta colocação do Campeonato Inglês, todo tropeço traz consequências graves. Neste sábado, o Tottenham desperdiçou oportunidade de colar na zona de classificação para a Liga dos Campeões ao empatar por 1 a 1 com o Burnley, fora de casa. Depois de Wood abrir o placar no primeiro tempo, Dele Alli deixou tudo igual, de pênalti, na etapa final.

Com mais um tropeço, a equipe de José Mourinho chegou ao quinto jogo consecutivo sem vitória. A sequência inclui derrota para o RB Leipzig na Liga dos Campeões e empate com o Norwich na Copa da Inglaterra - acabou sendo eliminado nos pênaltis.

Os londrinos ocupam o oitavo lugar do Inglês, com 41 pontos, quatro atrás do rival Chelsea, que ainda joga na rodada. Em meio à má fase, o time precisará de inspiração de sobra na próxima terça-feira, quando visita o Leipzig para reverter a desvantagem de 1 a 0 e seguir vivo na competição continental.

O resultado também foi ruim para o Burnley (10º), que chegou a 39 pontos e perdeu a chance de ultrapassar o adversário deste sábado. A situação ainda pode ficar pior, com queda para o 11º lugar se o Everton vencer o Chelsea neste domingo.

Mais uma vez, o Tottenham sentiu muito a falta de Son e Kane. A ausência dos artilheiros da equipe na temporada, com 16 e 17 gols, respectivamente, é fatal: sem a dupla, são oito derrotas, dois empates (incluindo o deste sábado) e uma vitória. O ataque formado por Lamela, Dele Alli e Bergwijn não foi o suficiente para converter o domínio inicial em vantagem no placar.

Como punição, o Burnley saiu na frente aos 13 minutos. Após jogada pela esquerda de McNeil, que infernizou a defesa londrina, Wood pegou rebote de Lloris e marcou o primeiro para os donos da casa.

Nervoso em campo, o time de Mourinho sequer conseguia levar perigo à meta de Pope. À exceção de um chute de fora da área de Lamela, os donos da casa navegaram em águas calmas durante todo o primeiro tempo.

Sem tempo a perder, Mourinho fez duas trocas no intervalo: tirou os meias Skipp e Ndombélé para colocar Lo Celso e Lucas Moura e solucionar a baixa produção ofensiva. O resultado foi quase imediato. Em jogada com participação de Lo Celso, aos cinco minutos, o zagueiro Ben Mee derrubou Lamela na área. Pênalti. Dele Alli bateu rasteiro para marcar o 50º gol de sua carreira no Campeonato Inglês.

O empate poderia dar ânimo ao Tottenham para pressionar o Burnley em busca da virada, mas não foi o que aconteceu. Embora tenha sido superior ao adversário no segundo tempo, a equipe foi incapaz de construir chances claras de gol, e amargou mais um tropeço na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.