Roma/ Divulgação
Roma/ Divulgação

Totti completa 40 anos e promete à torcida da Roma: 'Meu amor nunca vai acabar'

Ídolo já completa 23 anos como profissional do clube

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2016 | 15h45

Um dos maiores ídolos da história da Roma, Francesco Totti completou 40 anos nesta terça-feira. Destes, são 23 como profissional do clube, em um dos principais casos nos últimos tempos de longevidade em uma só equipe. A dedicação do astro o transformou no jogador mais querido da torcida romana, e neste aniversário ele aproveitou para também se declarar aos fãs.

"Meu amor pelos torcedores da Roma nunca vai morrer. Mesmo quando eu parar de jogar, isso viverá dentro de mim, em tudo que faço e todo lugar que eu vou. Eles provavelmente estão cansados de ouvir o mesmo de mim. Mas há laços entre irmãos, entre torcedores, porque eu sou um torcedor da Roma e eu sei o quanto eles amam esse time e essas cores", declarou ao site do clube.

Totti completou em março 23 anos de sua estreia profissional pela Roma, ainda aos 16 anos, em 1993. De lá para cá, se tornou um dos maiores jogadores do país e foi campeão da Copa do Mundo de 2006. Também levou seu clube ao título italiano da temporada 2000/2001. Atualmente, vive as últimas páginas da carreira e sequer é titular, mas fez questão de explicar de onde tira a motivação para seguir se dedicando.

"Quando eu estou no campo, eu sempre tento dar um pouco mais de mim pela torcida, para fazê-los feliz. Eu sei que as semanas são longas e que a Roma vencer os deixa mais felizes. Eu espero que eles continuem me vendo em campo por um pouco mais de tempo ainda", afirmou.

Totti também tem metas a alcançar. No último domingo, marcou diante do Torino seu 250.º gol no Campeonato Italiano, 24 a menos que o maior goleador da competição: Silvio Piola. E apesar de reconhecer a dificuldade, o craque da Roma ainda sonha em ultrapassar o ex-jogador das décadas de 30 e 40. "Este é um dos meus objetivos, apesar de saber que é praticamente impossível alcançá-lo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.