Divulgação/Toulouse
Divulgação/Toulouse

Toulouse negocia venda a grupo de investidores americanos

Rebaixado no Campeonato Francês, clube tenta reverter a situação, já que torneio foi encerrado antecipadamente em razão do coronavírus

AFP, O Estado de S.Paulo

22 de maio de 2020 | 07h43

O Toulouse, lanterna e rebaixado no recém-encerrado Campeonato Francês, iniciou "negociações exclusivas" com o grupo de investidores americanos RedBird Capital Partners para vender 85% do clube, anunciou as duas partes envolvidas.

O clube presidido por Olivier Sadran, acionista majoritário desde 2001 e que pretende manter uma parte do investimento após a venda, apresentou uma apelação contra o rebaixamento, decidido após o encerramento antecipado da temporada do Campeonato Francês 2019-2020 devido à pandemia do coronavírus.

Se o processo de venda for concluído, o Toulouse se tornará o quarto clube francês de propriedade americana, seguindo os passos de Olympique de Marselha, Bordeaux e Le Havre, que mudaram de donos nos últimos anos. "Estou convencido que a RedBird Capital Partners dispõe da competência e dos recursos necessários para permitir ao Toulouse Football Club voltar à elite francesa, respeitando os valores de cidadania e envolvido no tecido econômico local", declarou Sadran.

"Estamos impacientes para finalizar nossa associação com Olivier e posicionar o Toulouse na via do sucesso no futuro", completou Gerry Cardinale, fundador da RedBird. Este ex-sócio da Goldman Sachs criou o fundo de investimentos em 2014. Atualmente, gere mais de 3 bilhões de dólares em capital, com envolvimento no esporte, em projetos com a histórica franquia de basebol New York Yankees.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.