Tour da Taça leva o troféu da Copa do Mundo até as Bermudas

Após deixar a Oceania, troféu do Mundial passa pelo sétimo país da América Central

O Estado de S. Paulo

09 de outubro de 2013 | 17h56

SÃO PAULO - Após ser lançado no Cristo Redentor, no Rio, com as ilustres presenças dos campeões mundiais Zagallo, Amarildo, Rivellino, Bebeto e Marcos, o Tour da Taça levou o Troféu da Copa do Mundo à Oceania e, agora, ao Caribe. A caminhada já passou por Costa Rica, Honduras, Panamá, Jamaica, Ilhas Cayman e Bahamas. Nesta quarta-feira, a taça desembarcou nas Bermudas. É a primeira vez que a população bermudense terá a chance de ver o maior símbolo da Copa do Mundo de perto. A relação da seleção de Bermudas com a Copa do Mundo se resume a algumas poucas participações. Em 2010, após eliminar as Ilhas Cayman com dificuldade nas eliminatórias, Bermudas encarou a seleção de Trinidad e Tobago e, contrariando a expectativa, venceu por 2 a 1. Mas parou por aí: no jogo de volta, foi superada por 2 a 0 e deu adeus ao sonho da África do Sul.

LUXO

Na visita às Bahamas, nesta terça-feira, o Tour da Taça aterrissou no aeroporto de Nassau, a principal ilha do arquipélago, e depois foi exposta para autoridades locais, políticas sobretudo, na casa de governo da cidade. Hospedada num hotel famoso por ter uma das suítes mais caras e luxuosas do mundo - a diária chega a US$ 25 mil, o equivalente a R$ 55 mil -, a taça recebeu a visita de torcedores nativos e pequenos jogadores de escolinhas de futebol das Bahamas.

Tudo o que sabemos sobre:
Tour da TaçaCopa 2014Copa do Mundo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.