Arquivo/AE
Arquivo/AE

Traffic admite ajudar Palmeiras a trazer Kléber de volta

Meta é contratar o atacante do Cruzeiro por empréstimo para a disputa da Copa Libertadores 2010

AE, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 19h49

A possibilidade de o atacante Kléber voltar ao Palmeiras para a disputa da Copa Libertadores de 2010 é cada vez mais real. Nesta quarta-feira, J. Hawilla, dono da Traffic, parceira do time palmeirense, admitiu que pode ajudar a trazer o jogador, negociando um empréstimo com o Cruzeiro, seu atual clube. Assim, Kléber retornaria ao Palmeiras após somente uma temporada no time mineiro.    

 

Veja também:

linkPalmeiras quer vitória na Vila para manter vantagem

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Estamos à disposição do Palmeiras para colaborar. O Kléber não faz parte do perfil de investimento do fundo, passou da idade, mas se o Palmeiras desejar, nós podemos colaborar", disse J. Hawilla em evento realizado no Palestra Itália, onde foi discutida a reforma do estádio palmeirense. O empresário reforçou ainda que fará o "meio de campo" com o Cruzeiro para concretizar o negócio.

Kléber chegou ao Palmeiras no início do ano passado, emprestado pelo Dynamo de Kiev, da Ucrânia. O atacante logo cativou a torcida e se destacou na conquista do Campeonato Paulista. No final do ano, entretanto, o empréstimo terminou e ele teria de voltar para a equipe ucraniana. Mas o Cruzeiro apareceu e comprou os direitos do jogador, que parecia se adaptar bem no clube mineiro.

Recentemente, porém, Kléber foi à festa de uma torcida organizada do Palmeiras na véspera do jogo com seu ex-clube, desagradando os torcedores e a diretoria do Cruzeiro. Com o ambiente estremecido, ele chegou a dizer que gostaria de deixar a equipe de Belo Horizonte. Para trazê-lo de volta, a Traffic mandaria alguns de seus jogadores ao Cruzeiro, entre eles o atacante Fernandinho, do Barueri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.