Tráfico afasta filhos de Romário do tio

A Justiça proibiu que os filhos do atacante Romário e de Mônica Santoro mantenham contato com o tio, Marcelo Santoro. O tio teria induzido filho do jogador, de 11 anos, a estreitar relações com traficantes. A decisão de manter os filhos do baixinho longe do tio materno é da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a pedido do Ministério Público. Foram gravadas conversas telefônicas entre o menino e o traficante Bem-te-vi, da favela da Rocinha, que tiveram Santoro como mediador. Também existem informações de que o tio levaria o sobrinho à boca-de-fumo.

Agencia Estado,

27 de outubro de 2005 | 20h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.