Tragédia e classificação em jogo nas partidas decisivas do Grupo A na Copa

África do Sul x França e México x Uruguai definem mais do que a classificação para a próxima fase

Estadão.com.br

22 de junho de 2010 | 07h37

Fotos: Themba Hadbe (AP), Francis Mori (AP), Heri Romero (Reuters) e Marcos Brindici (Reuters)   

SÃO PAULO - A anfitriã África do Sul, os campeões mundiais França e Uruguai, e a competente seleção do México entram em campo nesta terça-feira, 22, às 11h00 (horário de Brasília), pela briga da duas vagas do grupo A na fase de oitavas de final da Copa do Mundo. Em jogo também estará a honra de nações que iniciaram o Mundial sob grandes expectativas de crítica e torcedores.

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

especial Raio-X - Estatísticas da segunda rodada da Copa

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

 

França põe crise inédita em campo

África do Sul e França se enfrentam em Bloemfontein não apenas para tentar uma classificação milagrosa para a próxima fase da Copa, mas para defender a honra de dois países abalados por crises que vão bem além do futebol.

 

A África esperou por anos para ter sua Copa. Mas vê suas principais equipes caindo e o interesse público e econômico ameaçado. Já a orgulhosa França, vice-campeã do mundo, vive a pior crise de sua história em Mundiais. A seleção está sob intervenção do governo de Nicolas Sarkozy e será submetida a uma auditoria independente para apurar os fatos que culminaram no episódio que vem sendo chamado de "revolução francesa", com a expulsão de Anelka e o racha interno do grupo. Patrocinadores começam a abandonar a seleção.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA: Lloris, Sagna, Evra, Gallas, Abidal, Diaby, Toulalan, Malouda, Gignac, Ribery, Govou, Técnico: Raymond Domenech

ÁFRICA DO SUL: Josephs, Gaxa , Mokeona, Khumalo, Masilela, Letsholonyane Dikgacoi, Modise, Tshabalala, Pienaar, Mphela, Técnico: Carlos A. Parreira

Juiz: Oscar Ruiz (COL)

Local: Estádio Free State

Horário: 11h. Transmissão: Globo, ESPN, BandSports e SporTV

México e Uruguai jogam sob olhares atentos da Fifa

Se Uruguai e México repetirem o 0 a 0 de 1966, na Inglaterra - único duelo entre as seleções em Copas -, vão garantir as duas vagas do Grupo A para as oitavas de final na África do Sul. Mas o resultado poderá abrir polêmica sobre uma possível armação para o favorecimento de ambas as equipes. Um empate em Rustemburgo, hoje, às 16 horas (11 horas de Brasília), deixa uruguaios e mexicanos com cinco pontos, eliminando França e África do Sul, independentemente do que ocorra no duelo entre eles, no mesmo horário, em Bloefomtein. A Fifa, preocupada com a lisura da competição, mandou um comunicado para as duas delegações pedindo fair play.

 

Javier Aguirre, que comanda a equipe mexicana, só admite um resultado. "Temos de ganhar ou ganhar. Depois do jogo, poderemos estar no céu ou no inferno", pondera. Do lado uruguaio, Oscar Tabárez não quer correr o risco de perder o primeiro lugar do grupo, o que resultaria em confronto sul-americano com a Argentina nas oitavas. "Vamos atrás da vitória como fazemos em todos os jogos."

FICHA TÉCNICA

MÉXICO: Pérez, Aguilar, Moreno, Rodríguez, Salcido, Márquez, Torrado, Barrera, Giovanni dos Santos, Franco, Hernández, Técnico: Javier Aguirre

URUGUAI: Muslera, Fucile, Lugano, Godín, Álvaro Pereira, Arévalo, Pérez; Maxi Pereira, Forlán, Suárez, Cavani, Técnico: Óscar Tabárez

Juiz: Viktor Kassai (HUN)

Local: Estádio Royal Bafokeng

Horário: 11h. Transmissão: Band, SporTV2 e ESPN Brasil

 

(Com Jamil Chade e Wilson Baldini Jr., de O Estado de S. Paulo) 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.