Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Tranquilo no Brasileiro, Cruzeiro ganha folga depois da vitória sobre Corinthians

Time mineiro derrotou o rival paulista por 1 a 0 em casa nesta quarta-feira

Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2018 | 13h13

Sem qualquer objetivo definido nesta reta final do Campeonato Brasileiro - já tem uma vaga na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores por ter sido campeão da Copa do Brasil -, os jogadores do Cruzeiro ganharam uma folga nesta quinta-feira, feriado nacional da Proclamação da República. O elenco deveria voltar aos treinos nesta tarde, mas a comissão técnica esticou o descanso depois da vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Após a folga, os jogadores voltarão aos treinamentos nesta sexta-feira, às 16 horas, na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte, já visando a partida contra o São Paulo, neste domingo, às 19 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 35.ª rodada do Brasileirão.

Com 49 pontos, o Cruzeiro ocupa a sétima colocação na tabela de classificação e o time encara as últimas quatro rodadas com o objetivo de terminar na melhor posição possível. O rival Atlético-MG, que luta por uma vaga na Libertadores, está somente um ponto e um lugar acima.

Contra o Corinthians, o técnico Mano Menezes não esteve em campo - liberado para fazer um tratamento médico - e foi substituído pelo auxiliar Sidnei Lobo, que ressaltou que muitos jogadores que são reservas aproveitaram as oportunidades na quarta-feira e podem ter sequência.

"Uma das conversas que tive com eles foi sobre oportunidades. Elas sempre aparecem. O atleta tem que estar preparado para elas. Foi o que aconteceu com o David. O trabalho é sempre voltado para isso. Acredito que na sequência vamos escalar quem ele (Mano Menezes) achar conveniente, vou dar minhas opiniões, e vamos chegar a uma equipe ideal para o jogo contra o São Paulo. Ele fez a escolha pelo Lucas Silva e o Romero na partida de hoje (quarta-feira), mas é provável que voltem Henrique e Ariel. Vamos discutir sobre isso. Mas quem entrou hoje, aproveitou bem a oportunidade", elogiou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.