Trânsito de SP terá esquema especial em jogos do Brasil

Prepare-se para uma rotina diferente no trânsito. Na terça-feira da semana que vem (dia 13) e no dia 22 (uma quinta-feira), quando a seleção brasileira enfrentar, respectivamente, Croácia e Japão na Copa do Mundo, o pico dos congestionamentos nos principais corredores da cidade deverá ocorrer no período das 14 e 16 horas. ?A previsão está baseada em experiências do passado, quando ocorreram eventos semelhantes?, diz o engenheiro Eduardo Macabelli, superintendente de Operação da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). ?Além disso, bancos, repartições públicas e empresas já estão anunciando que vão dispensar seus funcionários antes dos jogos?.De 15% a 20% das pessoas que têm carro, mas usam transporte coletivo para ir trabalhar, deverão tirar seus veículos da garagem nesses dias. Querem, claro, voltar mais rápido para casa ou chegar à casa de amigos, parentes ou a bares que estão anunciando a exibição das partidas em telões. ?Serão de 150 mil a 200 mil carros a mais circulando pelas ruas e avenidas da cidade?, estima Macabelli. Apesar desse aumento no volume de tráfego, a CET não vai suspender o rodízio municipal de veículos nesses dias. ?Não há necessidade de suspender o rodízio, pois o pico das viagens vai ocorrer justamente no período não atingido pela proibição?.Macabelli prevê que o número de viagens deverá aumentar a partir das 13 horas, e, em sua maioria, serão feitas por profissionais liberais que deverão ir almoçar em casa e não mais voltarão para o trabalho após o almoço. Por isso, a partir do meio-dia, a CET vai montar faixas reversíveis em algumas avenidas em direção aos bairros. ?Nos dias dos jogos, nós vamos apenas antecipar a operação que realizamos todos os dias úteis a partir das 17 horas?. Também o número de marronzinhos que vão atuar nos principais corredores e cruzamentos será aumentado. ?Teremos de 500 a 600 operadores nesses locais, remanejados dos turnos que normalmente atendem os picos da manhã e da tarde?.Macabelli acredita que a partir das 16h15 as ruas estarão praticamente vazias. ?Na Radial Leste e nos corredores da 23 de Maio e de Interlagos o esvaziamento vai demorar um pouco mais?, estima. E os marronzinhos? Vão ficar sem assistir aos jogos? ?Acho que vai dar para eles assistirem pelo menos ao segundo tempo. E, se Deus permitir, voltarão em seguida para as ruas para coordenar o trânsito nas comemorações?.BancosNos dias dos jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo, as agências bancárias vão funcionar em horários especiais. Uma circular distribuída pelo Banco Central determina redução do funcionamento mínimo obrigatório dos bancos de 5 para 4 horas. Além disso, dispensa o atendimento ininterrupto entre 12 e 15 horas. Os jogos da seleção serão sempre às 16 horas, nesta primeira fase, com exceção de domingo, dia 18, que será às 13 horas.Já a partir das oitavas-de-final, quando a partida for transmitida ao meio-dia, as agências de cidades do interior abrirão as portas ao público das 8h30 às 11h30 e, depois, das 14h30 às 15h30, conforme a recomendação da Federação Brasileira de Bancos. Nas capitais e regiões metropolitanas, o horário de funcionamento será das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 16 horas.Quando os jogos forem às 16 horas, como nos dias 13 e 22, tanto as agências do interior quanto as da capital e das regiões metropolitanas vão atender das 9h30 às 14h30. Os bancos terão de afixar um aviso com o novo horário de atendimento até dois dias úteis antes dos jogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.