Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Wilton Junior / Estadão
Wilton Junior / Estadão

Transmissão de Brasil x Peru rende segundo lugar ao SBT, com quase metade da audiência da Globo

Emissora teve 12,6 pontos de média, enquanto a líder marcou 24,8 no horário do jogo

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2021 | 12h37

A transmissão do jogo entre Brasil e Peru na quinta-feira, pela segunda rodada da Copa América, rendeu ao SBT o segundo lugar no ranking geral de audiência da Grande São Paulo.

A goleada por 4 a 0 no Engenhão, no Rio, rendeu ao canal 12,6 pontos de média, 18% de share e 15,2 pontos de pico no horário entre 21h e 22h56. A Globo, líder de audiência, marcou 24,8. A Record, emissora terceira colocada, ficou com 10,1 pontos de média na mesma faixa horária. 

Mesmo longe da Globo, o SBT comemorou o fato de, considerando somente as quintas-feiras, ter obtido a melhor audiência na faixa horária desde 20 de setembro de 2018, quando marcou 13,5 pontos de média. Comparando com a quinta-feira da semana passada, dia 10, a audiência do SBT cresceu 112% no horário do jogo.

 No último domingo, na estreia do Brasil na Copa América diante da Venezuela, o SBT, detentor dos direitos televisivos da competição, registrou média de 14 pontos entre 18h01 e 19h54 em São Paulo; no Rio de Janeiro, a média foi de 12 pontos. A Rede Globo liderou a audiência no horário com média de 17 pontos. 

Neste ano, a Copa América está no centro de várias polêmicas. Os próprios jogadores da seleção brasileira eram contrários à sua realização. Mesmo depois da desistência de Colômbia e Argentina como sedes originais, de um manifesto dos atletas da seleção brasileira com críticas ao torneio por “razões humanitárias e de cunho profissional”, e de protestos de movimentos sociais no Distrito Federal por conta dos jogos durante o agravamento da pandemia, o torneio começou no último domingo. O governo federal e a CBF aceitaram pedido do Conmebol. Os jogos estão sendo realizados sem público para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.