Trapattoni decide futuro na Euro-2004

As eliminatórias para a fase final da Euro-2004 estão no começo, mas um treinador já tem o cargo ameaçado. O veterano Giovanni Trapattoni pode perder o emprego, se a Itália não vencer na visita que faz ao País de Gales. O jogo em Cardiff, válido pelo Grupo 9, passou a ser decisivo por causa dos resultados insatisfatórios da Squadra Azzurra. O descontentamento vem desde o Mundial e aumentou depois do empate por 1 a 1 com a Iugoslávia, sábado, em Nápoles, pelo torneio europeu.Trapattoni suporta críticas há meses, esteve a ponto de jogar a toalha após a desclassificação diante da Coréia do Sul, mas foi confirmado para levar o time à competição continental, dentro de dois anos, em Portugal. O desempenho dos italianos, porém, não convence. Para complicar, por contusão estão fora de combate Inzaghi, Vieri, Di Biaggio, Toldo, Zambrotta. A Itália tem 4 pontos em dois jogos, contra 3 dos galeses em uma apresentação. Nesse grupo, também jogam nesta quarta-feira Iugoslávia (1) x Finlândia (3).Mais serena é a situação da França. A atual campeã européia goleou a Eslovênia por 5 a 0, no sábado, tem 6 pontos no Grupo 1 e visita Malta, que jogou duas vezes, perdeu ambas, sofreu 5 gols e não fez nenhum. A outra partida do dia seria entre Israel e Chipre, mas foi adiada por falta de segurança.A Alemanha também estará em campo, pelo Grupo 5, e desta vez para jogar contra as Ilhas Faroe, em casa. O time de Rudi Voeller aproveitou a folga no fim de semana e fez ajustes em amistoso com a Bósnia (1 a 1). Ainda nessa chave, a Islândia (zero) hospeda a Lituânia (3).A Inglaterra é outro grande da Europa que procura aproximar-se da etapa principal do torneio. Os ingleses estrearam com 2 a 1 diante da Eslováquia e recebem a Macedônia (1) pelo Grupo 7. A Turquia, com 6 pontos, tem tudo para continuar à frente, pois faz quase um jogo-treino oficial contra Liechtenstein (1).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.