Trapattoni diz que negou convite para assumir a Juventus

O técnico da Irlanda, Giovanni Trapattoni, revelou que negou um convite no início deste ano para assumir o comando da Juventus, clube italiano em que já treinou por mais de 12 anos.

AE, Agência Estado

31 de março de 2010 | 12h31

O convite ocorreu em janeiro, após a demissão do técnico Ciro Ferrara, que acumulava uma péssima sequência de resultados. Depois da negativa de Trapattoni, o clube de Turim acertou com Alberto Zaccheroni até o final desta temporada.

"Foi com o coração pesado, mas recusei o convite para assumir a Juventus. Ficava impossível para mim estar envolvido com uma seleção nacional e um clube de futebol", garantiu o ex-técnico da Itália.

A Irlanda se classificou para a repescagem da Copa do Mundo da África do Sul, mas foi eliminada pela França. Trapattoni tem contato com a seleção europeia até a Eurocopa de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJuventusTrapattoni

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.