José Méndez/EFE
José Méndez/EFE

Trauco diz que Chile é favorito contra o Peru na semifinal da Copa América

Seleções se enfrentam nesta quarta-feira, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Redação, Estadão Conteúdo

01 de julho de 2019 | 22h53

O lateral esquerdo Miguel Trauco afirmou nesta segunda-feira que a seleção do Chile é a favorita para o duelo com o Peru, na quarta, na Arena do Grêmio, pela semifinal da Copa América. Maior surpresa desta fase, o time peruano foi o responsável por eliminar o Uruguai, um dos favoritos ao título, nas quartas de final.

"O Chile é o favorito para ser campeão pelo futebol que vem mostrando. Temos que respeitá-los, tem jogadores de muita qualidade. Mas obviamente nós estamos crescendo e temos que seguir sustentando este ritmo e a atitude que mostramos contra o Uruguai", afirmou o jogador do Flamengo, após o treino da equipe em Porto Alegre, sede da partida de quarta.

Longe da lista de favoritos, o time peruano chamou a atenção na fase de grupos ao levar 5 a 0 da seleção brasileira. Mesmo assim, não desanimou e avançou ao mata-mata. Contra o Uruguai, levou a melhor nos pênaltis após empate sem gols no tempo normal. "Quem não sonha em ser campeão da Copa América?", questionou o defensor.

Por isso, Trauco já avisou que a seleção peruana está totalmente concentrada para o duelo desta quarta, considerado um dos maiores da história da equipe. "Sabemos que esta será a partida de nossas vidas", declarou o lateral.

A atividade desta segunda foi marcada pela baixa do zagueiro Alexander Callens. Ele sofreu uma lesão no tornozelo esquerdo e passou por exames. O resultado ainda não foi divulgado. Ele é o reserva imediato da zaga que vem sendo escalada pelo técnico Ricardo Gareca, com Luis Abram e Miguel Araujo.

Para o duelo desta quarta, o treinador argentino pode escalar a seleção peruana com Gallese; Advincula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún, Carrillo, Cueva e Florez; Guerrero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.