Trazido por Giovanni, Paulo Henrique Lima brilha no Santos

Meia inaugura o marcador na vitória deste domingo por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim no Estádio do Pacaembu

Juliano Costa, Agencia Estado

15 de março de 2009 | 22h04

SÃO PAULO - No dia em que o torcedor santista matou a saudade do eterno ídolo Giovanni, agora com a camisa do Mogi Mirim, quem roubou a cena foi Paulo Henrique Lima - que gosta de ser chamado pelo apelido de Ganso.

Veja também:

linkNeymar faz primeiro gol e Santos bate o Mogi por 3 a 0

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Paraense como Giovanni, o garoto de 19 anos foi levado para a Vila pelo "Messias" e neste domingo fez um dos gols da vitória sobre o Mogi, no Pacaembu. O resultado recolocou o Santos no G-4, com 27 pontos. "Fico muito feliz por fazer um gol e ajudar o time a vencer", disse o garoto, apelidado de Ganso por um funcionário do Santos, por sua timidez.

O meia fala baixo como o Giovanni. Eles trocaram algumas palavras antes do jogo. "Conversei rapidamente com o Giovanni, só pra saber se está tudo bem".

Antes de balançar a rede, numa jogada de bate e rebate na área, aos 12 minutos do segundo tempo, Paulo Henrique Lima já havia tido boa chance na etapa inicial, em belo passe de Neymar. "O goleiro fechou o ângulo e a bola caiu na perna direita, que não é a boa", disse o Ganso. "Jogar com o Neymar sem conhecê-lo já é uma boa. Conhecendo, então, fica muito fácil", emendou o novo Menino da Vila.

O próximo jogo é pela Copa do Brasil, na quarta-feira, contra o Rio Branco-AC. Pode até perder por 1 a 0 e ainda assim se classifica, já que venceu o jogo de ida, no Acre, por 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.