Treinador baleado ficará tetraplégico

O ex-treinador do Once Caldas (COL),Luis Fernando Montoya, ferido com dois tiros na quarta-feira durante um assalto próximo à sua casa, ficará tetraplégico, informaram nesta quinta-feira os médicos que fizeram a cirurgia. Comunicado da Clínica das Américas, onde o treinador está internado, informa que "um projétil está alojado no canal medular entre a terceira e a quarta vértebra cervical que produziu seção medular e uma luxação e fratura da quarta vértebra cervical". Isso significa, segundo o diretor do hospital, Javier Orozco, que o treinador "vai ficar tetraplégico" se conseguir sobreviver aos ferimentos. De acordo com Orozco, os disparos afetaram "os músculos da respiração e por isso ele vai depender de um aparelho". O médico ressaltou ainda que a lesão "é irreversível".De acordo com a nota distribuída pelo hospital, o estado clínico de Montoya ?permanece critico e o prognóstico neurológico é ruim? Montoya, 47 anos, foi ferido com dois tiros quando tentou defender sua esposa, Adriana Herrera, que estava sendo vítima de um assalto em frente à sua casa na localidade de Caldas, vizinha a Medellín, minutos depois de tirar dinheiro num caixa eletrônico. A polícia prendeu quatro suspeitos.Montoya se notabilizou neste ano, depois de levar o modesto Conce Caldas ao título da Libertadores da América e ao vice-campeonato da Copa Intercontinental, depois de perder para o Porto, de Portugal nos pênaltis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.