Treinador da Espanha ironiza amistosos da seleção brasileira

Luis Aragonés, ironizou a escolha dos adversários do Brasil e de outras equipes nos amistosos de preparação para a Copa do Mundo. "Jogar contra ninguém seria mais fácil ainda, não é verdade?", atacou o técnico da Espanha antes do último treino da sua seleção, em Genebra, para o amistoso com a Croácia.O Brasil jogou em suas duas semanas de preparação na Suíça contra o time do Lucerna e com Nova Zelândia. O resultado combinado das duas partidas foi 12 a 0 para o Brasil. "Partidas fáceis podem ser enganadoras", disse. "Vimos como a Alemanha fez sete gols em um só jogo e que o Brasil ganhou da Nova Zelândia de 4 a 0. Nós também jogamos contra o time juvenil do Valencia e, nessa partida, ganhamos de 10 a 0", completou. Em sua opinião, uma seleção precisa enfrentar times fortes para que os jogadores sejam testados. "Fazer jogos duros já na Copa do Mundo pode ser um teste tarde demais para uma seleção", afirmou. Na seleção brasileira, os jogadores e a comissão técnica defendem a opção por amistosos contra equipes mais fracas. Roberto Carlos e Kaká garantiram, após a partida contra os neozelandeses, no domingo, que o esquema funcionará, pois permitirá que a seleção não chegue já cansada para o Mundial.Para o jogo desta quarta-feira diante do croatas, a Espanha continua com seus dilemas. O técnico ainda não decidiu se joga no meio campo com David Albelda e o brasileiro Marcos Senna ou com Xabi Alonso, Xavi e Andres Iniesta. O ataque também continua sem uma definição.Vale lembrar que no último sábado, a seleção espanhola sofreu para superar o Egito por 2 a 0, em casa, na cidade de Elche. Apesar dos egípcios se sagrarem campeões da Copa da África, no início do ano, o país não disputa um Mundial há 16 anos - a última participação foi na Itália, em 1990.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.