Treinador diz que Japão não aproveitou contra-ataques

O técnico Takeshi Okada avaliou que a falta de velocidade foi a principal razão para a derrota do Japão por 1 a 0 para a Holanda, no sábado, na cidade de Durban, pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo da África do Sul. Com uma postura defensiva, a equipe não conseguiu criar chances de gol nos contra-ataques.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2010 | 12h58

"Nos faltou surpreender no ataque. Demos tempo para eles armarem a defesa", afirmou Okada, lamentando que os jogadores japoneses não tenham conseguido aproveitar os espaços deixados pelos defensores da Holanda, que teve mais iniciativa durante a partida.

O treinador, porém, ressaltou a luta dos jogadores japoneses e pediu desculpas aos torcedores pela primeira derrota da equipe na competição. "Nossos jogadores tentaram por todos os meios superar a Holanda, mas não conseguimos. Eu lamento por nossos torcedores", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolJapãoTakeshi Okada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.