Treinador japonês lamenta oportunidades perdidas

Após a derrota para o Paraguai na decisão de pênaltis em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo da África do Sul, o treinador Takeshi Okada lamentou as chances de gol perdidas por seus jogadores durante a partida. A equipe asiática tentava a classificação inédita para as quartas de final de um Mundial.

AE-AP, Agência Estado

29 de junho de 2010 | 15h12

"É muito difícil explicar porque nós não marcamos. Nós devíamos ter aproveitado as oportunidades. Isso é minha responsabilidade", reconheceu o técnico.

O treinador também aproveitou para elogiar o empenho de seus atletas durante o Mundial. Em um grupo que, além da poderosa Holanda, também era composto pela Dinamarca, campeã da Eurocopa de 1992, e da seleção de Camarões, o Japão conseguiu a classificação para a fase eliminatória ao ficar na segunda colocação da chave.

"Não tenho arrependimento do modo como jogamos neste Mundial. Estou muito orgulhoso dos meus jogadores", comentou o comandante japonês.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolJapãoParaguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.