Treinador pede ousadia ao Cobreloa

O técnico Fernando Díaz, que dirige o Cobreloa há apenas seis jogos, garante que não mostrará um time retrancado no Morumbi, quinta-feira, contra o São Paulo. Mesmo porque, não considera essa atitude eficiente. "Se você joga fechado contra um time brasileiro, agüenta um certo tempo, mas depois sofre o gol. É quase impossível segurar o empate. Por essa razão, vamos ter cuidados defensivos, mas vamos atacar também. Com a bola dominada, temos de ousar", avisou o treinador do clube chileno.O Cobreloa foi surpreendido em casa na primeira partida da Libertadores - perdeu para o LDU de Quito. Mesmo assim, Fernando Díaz não acredita que uma nova derrota seja o fim do sonho da classificação. "No ano passado, perdemos os dois primeiros jogos e conseguimos a vaga. Nosso time ainda está se formando e logo vai estar rendendo bem mais", afirmou.Depois da derrota em Calama, o Cobreloa empatou fora de casa com o Coquimbo por 3 a 3 e venceu a Universidad Católica por 2 a 1. "Estamos melhorando e nossa meta é manter essa ascensão para podermos surpreender o São Paulo. Temos certeza de que muita coisa ainda vai acontecer na Libertadores. E temos chance de classificação", disse Fernando Díaz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.