Hannah McKay/Reuters
Hannah McKay/Reuters

Treinador se diz satisfeito com desempenho da Bélgica: 'Era o eu que esperava'

Seleção cercada de expectativa estreia na Copa com vitória por 3 a 0 sobre o Panamá

Estadão Conteúdo

18 Junho 2018 | 16h14

Uma das candidatas ao título da Copa do Mundo a confirmar o favoritismo e vencer em sua estreia diante do Panamá, nesta segunda-feira, em Sochi, a Bélgica largou bem no Mundial e o desempenho da equipe agradou o técnico espanhol Roberto Martínez, que se disse contente com o que viu.

+ TEMPO REAL: Bélgica 3 x 0 Panamá

+ Suécia sufoca Coreia do Sul, e vence com pênalti marcado por VAR

"Estou muito contente. Aconteceu exatamente o que eu esperava", afirmou. "Não existem jogos fáceis na Copa do Mundo. Começamos muito bem, ficamos ansiosos e frustrados com o resultado do primeiro tempo. Fiquei feliz com a forma como o time reagiu na etapa final e com o comprometimento de todos em não levar gols", analisou.

Após descer ao vestiário empatando sem gols, os belgas deslancharam na etapa final e balançaram as redes panamenhas três vezes. Mertens abriu o placar com um belo chute do bico da área e Lukaku selou a vitória com os outros dois gols.

"No segundo tempo, encontramos nossa melhor postura e veio o gol de Mertens, tão importante. Em uma Copa, é preciso jogar bem nos 90 minutos e por isso temos que nos preparar bem, mostrar maturidade e união. Para mim, como treinador, fico feliz pelo time, pela performance. Todos provaram estar prontos para ajudar", disse Roberto Martínez.

 

O treinador mostrou preocupação quanto ao alto número de faltas em cima de Eden Hazard. O meia do Chelsea sofreu com a forte marcação dos jogadores do Panamá e não rendeu o esperado.

"Houve (cartões) amarelos para o oponente. É uma preocupação que uma dessas faltas vire uma lesão. Todos podem fazer jogos como querem, é permitido, é da regra e pode haver um risco. Minha preocupação é que em uma dessas faltas a gente perca a oportunidade de ver um jogador como Hazard. Vale para ele e outros jogadores. Espero que tenhamos sorte em relação a isso", declarou.

Líder do Grupo G, a Bélgica volta a campo neste sábado para enfrentar a Tunísia, no Spartak Stadium, em Moscou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.