Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Treino aberto do São Paulo leva cerca de 30 mil torcedores ao Morumbi

Equipe tricolor convocou a torcida para partida contra o Palmeiras, neste domingo

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2019 | 12h15

O treino aberto que o São Paulo realizou na manhã deste sábado levou cerca de 30 mil torcedores ao Morumbi, de acordo com estimativa do próprio clube. A entrada no estádio foi realizada mediante a doação de 1kg de alimento não perecível. Toda a arrecadação será enviada para a Cruz Vermelha.

A atividade foi promovida pela diretoria como forma de aproximar jogadores e torcida na véspera da semifinal do Paulistão diante do Palmeiras. Após o empate por 0 a 0 na primeira partida, nova igualdade (por qualquer placar) leva a decisão da vaga na final para os pênaltis. O vencedor conquista a vaga na decisão.

O objetivo de motivar o elenco foi alcançado. No final da atividade, formada por exercícios leves e o tradicional "rachão", a torcida saudou o elenco gritando "Eu acredito", fazendo referência à conquista da vaga na casa do adversário. Nos sete jogos realizados no Allianz Parque, o São Paulo perdeu todos. "É uma grande motivação esse treino para entrarmos com tudo amanhã para vencer", disse o meia Nenê, que não tem presença confirmada entre os titulares. "Foi uma festa muito bonita. Ela traz força para a gente buscar o resultado", afirmou o lateral Reinaldo.

A principal torcida organizada do clube levou 100 bandeiras com mastro, 50 instrumentos musicais, sinalizadores e fumaça. "Vamos relembrar os anos 90", diz trecho do comunicado que convocou a torcida ao longo da semana. A festa com bandeiras estava liberada, como acontece em treinos abertos. As arquibancadas do Morumbi resgataram a festa de cores que o clube costumava fazer no período áureo de conquistas. O último título conquistado pelo São Paulo foi a Copa Sul-Americana de 2012.

Com o treino aberto, a diretoria também conseguiu 'driblar' o regime de torcida única (só palmeirenses vão ao clássico domingo) e aposta que uma festa no Morumbi na véspera do clássico, vai motivar os atletas para o jogo no Allianz Parque.

Mesmo após a saída dos atletas do gramado, por volta das 11h45, muitos torcedores permaneceram nas arquibancadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.