Treino indica Brasil com volta de Hulk contra Camarões

Recuperado das dores na perna, o camisa 7 treinou normalmente neste sábado e deverá ser titular contra Camarões, em Brasília

Leandro Silveira - enviado especial a Teresópolis, Agência Estado

21 de junho de 2014 | 16h43

A seleção brasileira deverá enfrentar Camarões, nesta segunda-feira, às 17 horas, no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, pela rodada final do Grupo A da Copa do Mundo, com a mesma formação da partida de estreia na competição, a vitória por 3 a 1 sobre a Croácia, no dia 12. Foi isso que indicou o treinador Luiz Felipe Scolari no coletivo realizado na tarde deste sábado, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde a equipe se prepara para a competição.

Assim, a única mudança em relação ao time que empatou com o México, na última terça, é o retorno de Hulk. O atacante não atuou em Fortaleza em razão de dores musculares na coxa esquerda e foi "vítima" de uma brincadeira do treinador antes do início do coletivo. Felipão distribuiu os coletes para todos os titulares, mas antes de entregar o de Hulk, seguiu para o banco, fingindo que não iria fazê-lo.

Era só mesmo uma brincadeira, afinal Hulk recebeu depois o colete das mãos do treinador e está de volta ao time, como se esperava. O atacante entrou no lugar do volante Ramires, com Felipão repetindo o time da estreia na Copa. Com isso, a equipe titular no coletivo deste sábado teve a seguinte escalação: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar, Fred e Hulk.

A não ser que alguma surpresa de última hora aconteça até segunda, esta deve ser a formação do Brasil para o duelo contra Camarões. Assim, jogadores que pareciam ter a vaga ameaçada após atuações apagadas nos dois primeiros jogos da Copa, casos especialmente do volante Paulinho e do atacante Fred, terão mais uma chance de enfim desencantar na competição.

Com o time da abertura da Copa, os titulares dominaram o coletivo, em que Felipão fez várias paralisações, especialmente para orientar a saída de bola, que ele exigiu ser feita com mais velocidade, e também a marcação sob pressão, que cobrou para ser exercida pelos atacantes.

O time principal venceu por 3 a 0, com dois gols marcados pelo atacante Neymar e o outro pelo volante Paulinho. O primeiro gol de Neymar saiu após rápido contra-ataque e passe de Hulk. Depois, Paulinho concluiu cruzamento rasteiro do lateral-esquerdo Marcelo. Finalmente, Neymar fez 3 a 0 após roubada de bola na intermediária.

Os reservas, por sua vez, disputaram o coletivo com a seguinte formação: Jefferson; Maicon, Dante, Henrique e Maxwell; Fernandinho, Ramires e Hernanes; Willian, Jô e Bernard. O goleiro Victor treinou em separado, acompanhado pelo preparador Carlos Pracidelli.

Depois de aproximadamente 40 minutos de coletivo, Felipão encerrou o trabalho. Em seguida, os jogadores disputaram um trabalho recreativo, de dois toques, para finalizar mais um dia de atividades na Granja Comary.

Após a atividade, a seleção deixa a Teresópolis, de ônibus, às 19 horas, com destino ao Rio. De lá, a equipe viaja para Brasília, às 20h30, em voo fretado. O Brasil treina na capital federal, no estádio Nacional Mané Garrincha, neste domingo, na véspera do duelo contra Camarões. Um empate na segunda classifica a equipe para as oitavas de final da Copa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.