Treino ruim não preocupa o Guarani

Treino é treino, jogo é jogo. Apoiando-se nesta velha máxima do futebol, o técnico Carlos Alberto Silva espera que o Guarani consiga mais três pontos no Campeonato Paulista da Série A-1, contra o líder São Caetano, domingo, no Brinco de Ouro. Apesar de ter comandado um coletivo atípico, em que os reservas venceram os titulares por 4 a 2, Silva acredita que o time possa conseguir mais duas vitórias e permanecer na briga direta pela classificação para a próxima fase da competição.Mesmo porque, os dois próximos jogos serão realizados no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, contra o São Caetano, neste domingo, e Rio Branco, dia 18, atuais líderes do Paulistão. O time vai realizar mais um coletivo, nesta sexta-feira, para definir a escalação que enfrenta o São Caetano. Mesmo com o baixo rendimento no último treino, o técnico não deve promover alterações. As baixas foram os zagueiros Edu Dracena, que vinha sentindo dores musculares e foi poupado, e Marcelo Souza, que voltou a sentir dores no tornozelo direito. O primeiro, porém, deve ser confirmado para o jogo. Durante o treino, outra baixa: o lateral Jorge Luiz sofreu uma forte pancada no tornozelo direito e deixou o campo.O treinador também não abre mão do esquema tático 3-5-2, que vem dando resultado desde o início do Campeonato Paulista. Quanto ao meia Henrique, recém-contratado do América Mineiro, sua estréia deve acontecer somente diante do Rio Branco. O atleta foi liberado para resolver problemas particulares em Belo Horizonte-MG. Carlos Alberto Silva ainda aguarda a chegada de um lateral-esquerdo, mas apenas para as disputas da Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.Com 14 pontos em sete jogos disputados, o Guarani divide a terceira colocação na tabela de classificação com Santos e Ponte Preta. A equipe já marcou 12 gols e sofreu nove. O principal artilheiro é Fumagalli, com três gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.