Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Treinos abertos, grama natural e uso da base: os planos de Luxemburgo no Palmeiras

Novo técnico já planeja algumas novidades para o cotidiano de trabalho da equipe para 2020

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

21 de dezembro de 2019 | 04h30

O técnico Vanderlei Luxemburgo, do Palmeiras, começou nos últimos dias a rascunhar o planejamento para 2020 junto com a diretoria e já tem algumas definições claras sobre o trabalho com o elenco na próxima temporada. Fora a presença maior de jovens das categorias de base nos jogos, o novo treinador quer mexer na rotina das atividades na Academia de Futebol.

Após passar as últimas temporadas com a maioria dos treinos fechados à imprensa, Luxemburgo defende a ideia de ter mais abertura. O novo técnico pretende em um primeiro momento ter várias atividades liberadas para os jornalistas. A exceção será em alguns dias de trabalhos táticos ou em momentos de ensaios de bolas paradas e jogadas ensaiadas, quando será proibido filmar a movimentação.

Luxemburgo também quer conciliar os trabalhos do time entre os diferentes tipos de gramado. A partir de 2020, o Allianz Parque e um dos três campos da Academia de Futebol terão piso sintético. A mudança tem como intuito permitir que a arena possa conciliar melhor a agenda entre partidas e apresentações musicais. Para acompanhar a mudança, o clube fará o mesmo no centro de treinamento.

No entanto, o técnico não quer que o elenco se habitue somente em treinar no gramado sintético. O Palmeiras vai fazer atividades em alguns dias no campo de grama natural para não ter problemas de adaptação quando jogar fora  de casa. Dos clubes presentes na Série A do Brasileiro deste ano, somente a equipe alviverde e o Athletico-PR vão mandar os jogos no piso sintético.

O projeto de dar mais espaço para revelações das categorias de base já estava estabelecido bem antes da vinda de Luxemburgo, mas ganhou força nos últimos dias. Um dos auxiliares do treinador, o ex-zagueiro Mauricio Copertino, tem o currículo a experiência de ter trabalhado com garotos e de ter feito nos últimos anos várias observações de partidas das categorias de base.

Na última temporada a dupla Luxemburgo e Copertino promoveu oportunidades ao atacante Talles Magno, de 17 anos. O garoto foi um dos destaques do Vasco na temporada e foi um dos destaques do Brasil na conquista do Mundial sub-17.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasVanderlei Luxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.