Maurícia da Matta/EC Vitória
Maurícia da Matta/EC Vitória

Tréllez acerta com o Corinthians e aguarda liberação do Vitória

Atacante diz que defender o clube paulista é uma grande oportunidade para a sua carreira

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2017 | 15h13

O atacante Santiago Tréllez, do Vitória, está muito próximo de ser anunciado como novo reforço do Corinthians. O jogador revelou já ter um acerto com o clube paulista e aguarda que as diretorias se acertem para que o acordo seja concretizado. 

+ Libertadores divulga tabela e Grêmio será o 1º a estrear na fase de grupos

+ Logística será um dos desafios do Corinthians na Libertadores

"Há o interesse forte de dois grandes clubes do Brasil, um deles é o Corinthians, que é com quem a negociação está mais avançada. Só falta que cheguem a um acordo com o Vitória. Me fizeram uma proposta, aceitamos, então falta só isso para o acerto", contou o atacante colombiano, em entrevista à "Blu Rádio", da Colômbia. 

Além do Corinthians, outro clube interessado no jogador é o São Paulo. Mas o fato do time alvinegro disputar a Libertadores é algo que faz a diferença para o atleta. 

O Corinthians deve formalizar uma oferta que envolve a ida de jogadores e uma quantia em dinheiro (algo em torno de R$ 2 milhões). O Vitória não queria negociar seu principal atacante, mas admite a possibilidade de rever a ideia caso chegue uma boa oferta. 

Tréllez tem contrato até o fim do ano que vem, o que aumenta a possibilidade de um negócio ocorrer agora. A diretoria do Vitória chegou a oferecer uma renovação de contrato para o atacante, mas ele recusou a oferta.

"É uma chance importante para minha carreira. Acho que qualquer jogador quer jogar em uma equipe grande como o Corinthians. Creio que, junto com o Flamengo, é o maior do Brasil. Estou muito feliz no Vitória, com meus companheiros, comissão, mas vejo como um desafio e gostaria que me fosse dada essa oportunidade", completou o jogador. 

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansTréllez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.