Três anos após saída polêmica, Götze retorna ao Borussia Dortmund

Autor do gol do título alemão na Copa, meia volta ao time em que iniciou carreira

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2016 | 10h22

Autor do gol que garantiu o título da Copa do Mundo de 2014 para a seleção da Alemanha, Mario Götze está de volta ao Borussia Dortmund. Nesta quinta-feira o clube anunciou a contratação do jogador junto ao Bayern de Munique, apenas três anos depois de o meia-atacante trocá-lo exatamente pelo rival alemão.

No Bayern, Götze nunca conseguiu se firmar, sendo reserva na maior parte do período em que esteve sob o comando do técnico Pep Guardiola. O jogador teve recentemente uma conversa com o novo treinador do clube alemão, Carlo Ancelotti, que parece não ter se esforçado muito para mantê-lo no elenco.

 

Na Eurocopa, que se encerrou no início do mês na França, Götze também esteve longe de ser uma figura central da seleção alemã. "Foi uma boa solução para todos os envolvidos", afirmou o presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge.

O Dortmund explicou nesta quinta-feira que Götze vai assinar um contrato de quatro anos, assim que for aprovado nos exames médicos. Os detalhes financeiros da transação não foram revelados, mas é muito provável que o clube tenha desembolsado bem menos do que os 37 milhões de euros (aproximadamente R$ 133 milhões) que recebeu do Bayern pela cessão do jogador há três anos. Götze ainda tinha uma temporada de contrato com o time de Munique.

Sua decisão de deixar o clube da sua cidade natal e se transferir para o Bayern provocou intensas críticas dos torcedores do Dortmund naquela época. "Hoje, três anos mais tarde e com 24, eu olho para aquela decisão de uma forma diferente", disse. "Eu posso entender que muitos torcedores não poderiam aceitar a minha decisão", acrescentou.

Assim, Götze afirmou que vai tentar reconquistar os torcedores através de suas performances em campo. O CEO do Dortmund, Hans-Joachim Watzke, declarou que imaginava um dia vivenciar o retorno do jogador, o que agora se concretizou.

O Dortmund está em reconstrução após perder nas últimas semanas alguns dos seus principais jogadores, casos do zagueiro Mats Hummels (foi para o Bayern de Munique) e dos meias Ilkay Gündogan (Manchester City) e Henrikh Mkhitaryan (Manchester United).

Em seu currículo, marcado pela participação decisiva no título da Copa do Mundo de 2014, Götze anotou 44 gols em 156 partidas do Campeonato Alemão por Dortmund e Bayern. Ele também faturou cinco títulos do torneio e três da Copa Alemanha pelos dois clubes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.