Divulgação/AP
Divulgação/AP

Três décadas após desastre de Hillsborough, Inglaterra testa arquibancadas com torcedores em pé

Medida começa a valer em janeiro para clubes da primeira e segunda divisões; proibição veio em 1989, quando 97 pessoas morreram antes da partida entre Liverpool e Nottingham Forest

AFP, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2021 | 15h54

Os clubes da Premier League e Championship, responsáveis pela organização da primeira e segunda divisões do Campeonato Inglês, respectivamente, poderão ter a partir de janeiro arquibancadas onde os torcedores ficarão de pé, proibidas desde 1989, anunciou a autoridade encarregada da segurança nos estádios (SGSA).

Trata-se de um programa de testes no qual os clubes deverão apresentar a candidatura até 6 de outubro. Em caso de autorização, uma porção da arquibancada poderá receber torcedores de pé no resto da temporada. Uma comissão independente deverá depois tirar as conclusões desta experimentação.

Em 1989, após o desastre de Hillsborough, que causou 97 mortes depois de um transbordamento da multidão no início da partida entre Liverpool e Nottingham Forest, arquibancadas com torcedores em pé, foram banidas de todos os estádios ingleses e galeses. Três anos depois, a proibição foi limitada às duas divisões principais.

A reintrodução de arquibancadas onde os torcedores podem ficar de pé fazia parte do programa do Partido Conservador britânico para as eleições legislativas de 2019 e havia recebido o apoio de personalidades de todas as correntes políticas.

"Tínhamos indicado claramente que trabalharíamos com torcedores e clubes para introduzir lugares seguros nos estádios de futebol", lembrou o ministro dos Esportes, Nigel Huddleston. “Agora que foram realizados os estudos preliminares e que os estádios podem voltar a funcionar à plena capacidade no país (depois de uma época de jogos com portões fechados por causa da covid-19), é chegado o momento de avançar”, adicionou.

Os clubes interessados ​​ainda devem atender a certos critérios. As arquibancadas de pé devem permitir que os torcedores se sentem se desejarem, não devem atrapalhar a visão de outros torcedores, especialmente pessoas com deficiência, e um código de boa conduta deve ser implementado entre os participantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.