Três punidos por confusão na Bombonera

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) decidiu, nesta terça-feira, suspender preventivamente os atacantes Palermo (Boca Juniors) e Bautista (Chivas Guadalajara) e o ex-treinador do time argentino, Jorge Benítez, por causa da confusão na partida pelas quartas-de-final da Libertadores, na semana passada, no estádio La Bombonera, em Buenos Aires. O jogador da equipe mexicana foi expulso e se envolveu em discussões com Palermo, Benítez (que deu uma cusparada), um gandula e um torcedor. De acordo com a Conmebol, os três estão suspensos até que seja realizado o julgamento, previsto para o início de julho. Assim, Bautista está fora dos dois jogos das semifinais contra o Atlético-PR. O primeiro jogo será nesta quinta-feira, em Curitiba. A volta acontecerá uma semana depois, em Guadalajara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.