Treze elimina o São Caetano

O São Caetano está fora da Copa do Brasil ao empatar por 1 a 1 com o Treze-PB, no Estádio Anacleto Campanella, pela segunda fase da Copa do Brasil nesta quarta-feira. No primeiro jogo o time do ABC tinha perdido por 2 a 1 , em Campina Grande. O time paraibano enfrenta na próxima fase o vencedor do confronto entre Náutico e Coritiba. Esta é a melhor participação da Paraíba na história da competição e marcou o primeiro triunfo de um time do estado sobre um paulista.O pouco público parecia ter mexido com os dois times, que começaram a partida com pouca objetividade. Em meio a morosidade do primeiro tempo, o Treze foi quem mostrou primeiro que estava mais perto de abrir o placar e, aos 33 minutos, teve a melhor chance com Mica, que na cobrança de falta da entrada da área colocou a bola bem perto da trave. Três minutos mais tarde, o São Caetano devolveu na mesma moeda. Marcinho quase fez na bola parada, mas Azul estava atento e fez boa defesa.No final do primeiro tempo, o Azulão começou a botar as mangas de fora e teve mais um lance de perigo com Márcio Mixirica, que chutou da entrada da área. Azul defendeu e, no rebote, Alisson foi mais esperto que Marcinho, tirando o perigo. Aos 45, na bola parada, o meia teve nova chance, mas o goleiro do time paraibano voltou a defender.O São Caetano começou sufocando o segundo tempo e logo aos dois minutos Márcio Mixirica aproveitou o cruzamento e subiu sozinho de cabeça, mas acertou a bola no travessão. Cinco minutos mais tarde, na cobrança de escanteio, a bola sobrou para o zagueiro Alisson, que sem cacoete de atacante, chutou para fora e desperdiçou a chance de abrir o placar para o Treze.Aos 14 minutos, Cléber derrubou Márcio Mixirica na área e o árbitro Edilson Soares da Silva marcou pênalti. Marcinho cobrou e deixou o São Caetano mais perto da classificação ao fazer 1 a 0. A partir daí, o Treze foi atrás da reação, mas errava muitos passes e permitia o contra-ataque do time paulista, que quase ampliou aos 21 minutos. Fábio Pinto recebeu lançamento livre e chutou cruzado, mas para fora.O time paraibano começou a ganhar espaço e aos 33 minutos, Mica roubou a bola de Neto e tocou na entrada da área para Beto chutar cruzado no canto de Silvio Luís e empatar o jogo. Com o 1 a 1, o Treze estava se classificando e o time visitante tratou de se fechar. O São Caetano chegava por inteiro perto da área do Treze, mas não conseguia passar pela retranca dos paraibanos.No contra-ataque puxado por Beto, o Treze quase marcou mais um gol, mas após invadir a área, o atacante acabou vendo o forte chute parar nas mãos de Silvio Luiz. Faltando apenas um minuto para o fim, o Treze perdeu Adelino, expulso, mas ainda conseguiu se segura r e começou após o apito final uma emocionada festa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.