Tribunal ameaça vaga do The Strongest

Uma decisão do tribunal esportivo da Federação Boliviana de Futebol (FBF) anunciada nesta quarta-feira ameaça a vaga do The Strongest na Copa Libertadores da América. O clube boliviano - que nesta quinta-feira enfrenta o São Paulo na primeira rodada do Grupo 3 - foi penalizado com a perda de sete pontos por irregularidades na inscrição do goleiro Marcelo Robledo. O clube garantiu sua vaga na competição sul-americana por ter sido campeão da Torneio Clausura 2004, justamente o título que está sendo contestado. Equipes como o Jorge Wilstermann, Unión Central e Oriente Petrolero encaminharam uma ação à justiça desportiva questionando a regularidade da inscrição do goleiro - um argentino que está em processo de nacionalização. Os clubes alegaram que em determinados torneios, Robledo atuou como argentino e em outros, como boliviano. Hoje, com a decisão em mãos, os clubes entendem que se o The Strongest perdeu os pontos, deveria perder também o título e conseqüentemente a vaga na Libertadores.O diretor do The Strongest, Javier Hinojosa, considerou a decisão "extemporânea" e garantiu que isso não coloca o título sub-júdice.Neste ponto, ele tem o apoio do presidente da Federação Boliviana, Walter Castedo. "A Copa já está em andamento e a participação do The Strongestestá assegurada porque a Bolívia o inscreveu a pedido da Liga Profissional de Futebol", afirmou o dirigente, que confirmou a partida desta quinta-feira em La Paz, contra o São Paulo. Castedo admitiu, no entanto, que há dúvidas sobre o assunto. Ele chegou a dizer que não sabe como a Liga vai solucionar o problema.O The Strongest conquistou o titulo do Clausura ao derrotar nafinal o Oriente Petrolero, equipe que não passou da primeira fase daCopa Libertadores da América ao ser derrotado pelo Júnior, de Barranquilla, Colômbia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.