Chema Moya/EFE
Chema Moya/EFE

Tribunal nega recurso e Real Madrid ficará sem Marcelo no clássico

Clube apela contra cartão amarelo do lateral, que sequer tocou no adversário no lance contra o Sevilla, mas tem recurso negado

Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2015 | 12h45

O Tribunal Administrativo do Esporte (TAD) negou nesta sexta-feira o recurso apresentado pelo Real Madrid contra a suspensão imposta ao lateral-esquerdo Marcelo, que assim foi confirmado de vez como desfalque do time para o clássico diante do Atlético de Madrid, neste sábado, no Estádio Vicente Calderón.

O clube tentava suspender de forma cautelar ou anular o quinto cartão amarelo recebido pelo brasileiro no duelo diante do Sevilla, na última quarta, depois de os comitês de Competição e Apelação do Campeonato Espanhol terem ratificado, na última quinta, a punição do jogador com uma partida de suspensão por acúmulo de cartões.

O Real decidiu protestar contra o cartão aplicado pelo árbitro Iglesias Villanueva por entender que Marcelo sequer tocou o adversário Vitolo no lance em que foi advertido no jogo em que o time madrilenho derrotou o Sevilla por 2 a 1. O próprio lateral, na saída do gramado, reclamou da postura do árbitro e garantiu: "Todo mundo viu que eu nem toquei nele".

Antes do recurso do Real ser negado nesta sexta-feira, a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) considerou que as imagens usadas para defender Marcelo não foram provas suficientes para afirmar que o árbitro havia se equivocado no lance.

Horas antes de saber da decisão que seria tomada pela TAD, o técnico Carlo Ancelotti relacionou nesta sexta-feira o lateral brasileiro para o clássico deste sábado. Entretanto, agora ele virou nova baixa de peso do time que já não poderá contar com o meia James Rodríguez e o zagueiro Sergio Ramos, que se lesionaram de forma grave contra o Sevilla, além do defensor Pepe e do volante Modric, que se recuperam de outras lesões sofridas anteriormente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.