Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Tribunal Superior envia caso de Neymar para tribunais de Barcelona

Cartolas do clube são acusados de fraude: R$ 41 milhões

Raquel Castillo, REUTERS

22 de maio de 2015 | 10h01

O Tribunal Nacional decidiu transferir o caso que investiga supostas irregularidades na contratação de Neymar por parte do Barcelona aos tribunais de Barcelona. A decisão foi tomada após o juiz José de la Mata decidir nesta mesma semana abrir um processo contra o ex-presidente do clube Sandro Rosell, seu sucessor Josep María Bartomeu e o clube Barcelona por supostos crimes contra a Fazenda e administração ilegal na contratação do brasileiro.

No total, Bartomeu, Rosell e o clube foram acusados de fraudar cerca de 13 milhões de euros (R$ 41,8 milhões) em impostos. Bartomeu era vice-presidente no comando de Sandro Rosell quando Neymar saiu do Santos para a equipe catalã em 2013, em um acordo complexo que envolvia vários contratos entre o atacante brasileiro e seu pai.

Tanto Bartomeu quanto Rosell negaram terem cometido qualquer irregularidade na contratação de Neymar. Rosell saiu do cargo devido alegações de que o Barcelona não pagou milhões de euros em impostos na administração de 2011, 2012 e 2013, dizendo que queria proteger a imagem da instituição.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.