Tricolor decreta: Cicinho vale R$ 75 mi

A pergunta era inevitável: aceitaria trocar o São Paulo pelo Corinthians? O lateral-direito Cicinho desconversou, esquivou-se o mais que pôde, mas acabou deixando no ar que sim. ?Não vejo problema em defender outro clube do Estado. O César Sampaio jogou nos quatro grandes e deixou respeito. E nunca foi vaiado.? No contrato do jogador, a multa contratual é de US$ 6 milhões para clubes europeus e R$ 75 milhões para equipes do País, segundo revelou o diretor de Futebol, Juvenal Juvêncio.Destaque no Campeonato Brasileiro, Cicinho estaria nos planos da MSI para 2005. Nesta quinta-feira, disse desconhecer qualquer proposta. Preferiu evitar polêmica e fazer juras de amor ao atual clube. ?Hoje estou concentrado no São Paulo e assim ficarei até o fim do ano?, declarou. Esqueceu ter contrato até 31 de dezembro de 2006.Cicinho parecia confuso. ?Ser lembrado me deixa feliz, mostra que meu trabalho está sendo bem feito?, declara num primeiro momento. Para depois frear a empolgação. ?Mas não estou pensando em dinheiro, senão iria para Rússia, de onde recebei proposta muito boa.?O discurso de saída, contudo, já está decorado. Garante não deixar o São Paulo, caso isso venha a acontecer, mal visto ? deixou o Atlético-MG para vir ao Morumbi na Justiça e até hoje sofre com os torcedores mineiros.Juvenal já manda o recado. ?A multa é de US$ 6 milhões para fora e não sei de clubes europeus com vínculo com o Berezowski (Boris, possível sócio da MSI)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.