Tricolor ignora STJD e escala suspensos

A diretoria do São Paulo decidiu abrir guerra contra o STJD e decidiu que vai escalar Lugano, Cicinho e Josué na partida contra o Corinthians, segunda-feira - o jogo remarcado por causa do escândalo da arbitragem. Os jogadores não enfrentraram o Corinthians no primeiro confronto, dia 7 de setembro, por estarem suspensos e, em tese, deveriam ficar de fora do jogo remarcado. Mas não é isso que vai acontecer. Com base numa circular do próprio STJD o São Paulo entende que poderia escolher o jogo em que os jogadores deveriam cumprir a suspensão e decidiu deixá-los de fora do jogo contra a Ponte. Ontem, o tribunal divulgou informação dizendo que os três estavam vetados para o jogo contra o Corinthians. Como não foi comunicado oficialmente dessa nova determinação, o clube resolveu colocar os jogadores em campo.Reafirmando a posição da diretoria, o técnico Paulo Autuori disse hoje que os três estão escalados para os dois próximos clássicos - contra Santos, sábado, e Corinthians na segunda. "Relacionei 20 jogadores e vamos analisar quem atuará contra o Santos. Asseguro que Rogério, Cicinho, Lugano, Josué, Mineiro, Danilo e Christian irão jogar", disse o rteinador. "O Amoroso está concentrado, pode começar (contra o Santos) como titular ou ficar como opção", completou o treinador. ?Contra o Corinthians, o São Paulo atuará com a mesma base e terá o reforço de Souza e Júnior?, reafirmou o treinador.No primeiro jogo remarcado pelo STJD, o São Paulo enfrentou a Ponte Preta e perdeu por 2 a 0.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2005 | 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.