Tricolor mantém programação do Mundial

A decisão do STJD não obrigará o São Paulo a modificar o seu planejamento para o Mundial de Clubes, de 11 a 18 de dezembro, no Japão. Apesar de ter de realizar novamente, por conta da máfia do apito, dois jogos no Campeonato Brasileiro ? dia 19, contra a Ponte Preta, e em data ainda não fixada contra o Corinthians ?, o clube manteve a data de embarque para Tóquio.O São Paulo viaja em 5 de dezembro, um dia após o encerramento do Brasileirão ? na última rodada, o time enfrenta o Atlético-PR no Morumbi ?, com chegada prevista em Tóquio dois dias depois. ?Como estamos fora da Copa Sul-Americana, não temos que mudar muita coisa do nosso planejamento?, disse Marco Aurélio Cunha, superintendente de futebol.Com poucas possibilidades de lutar pelo título de campeão brasileiro, e longe das últimas colocações, o São Paulo tem como prioridade a preparação para o Mundial.Ao optar pela chegada em solo japonês no dia 7 de dezembro, o São Paulo arcará com duas diárias a mais no hotel escolhido. A Fifa se responsabiliza apenas pela hospedagem de 9 a 19 de dezembro. Diferentemente das decisões de 1992 e 1993, neste Mundial a Fifa tem uma interferência muito grande. Fornece, por exemplo, uma lista de hotéis aos clubes. Se quiserem se alojar em outro, fora dos previamente escolhidos, é necessário arcar com as despesas totais. O São Paulo está se decidindo entre o Four Seasons e o Tóquio Prince. A escolha deverá ser por aquele mais afastado, mas será anunciada em época mais próxima ao torneio. Embora querendo o apoio da torcida, o clube não gostaria que os torcedores estivessem no mesmo hotel. A idéia é evitar um assédio intenso sobre os jogadores.

Agencia Estado,

06 de outubro de 2005 | 09h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.