Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

'Trintões' lideram a artilharia do Brasileirão 2015

Oliveira, Jádson e Love foram os que mais balançaram as redes

Thiago Wagner, especial para o Estado, O Estado de S. Paulo

04 Novembro 2015 | 11h03

Para ser artilheiro no Brasileirão está valendo o estilo "quanto mais velho melhor". Dos cinco primeiros na artilharia da Série A, três possuem mais de 30 anos, incluindo o líder Ricardo Oliveira, do Santos. Com 35 anos, o atacante não vem dando chance para a concorrência mais nova e lidera com folga a lista de artilheiros no Nacional com 20 gols. Atrás dele, aparecem outros "trintões", como Jadson (32 anos) e Vagner Love (31), ambos do Corinthians e ambos também com 12 gols no campeonato. O primeiro "jovem" a aparecer nessa briga é o argentino Lucas Pratto, do Atlético-MG. O atacante de 27 anos, que também não é nenhum garoto, balançou as redes 12 vezes na elite do futebol brasileiro.

Além de ser o provável artilheiro do Brasileirão (restam mais cinco rodadas para o fim do torneio), Ricardo Oliveira tem tudo para ser o jogador com mais gols no Brasil nesta temporada. Com 36 gols até o momento, ele está bem na frente dos concorrentes Kieza, do Bahia, e Alexandre Pato, do São Paulo. O primeiro aparece com 27 gols no ano, enquanto o segundo tem 26.

Os números de Ricardo Oliveira, no entanto, não se limitam ao Nacional. Já no Paulistão ele mostrou serviço sendo o principal goleador da competição com 11 gols. Fora ele, outros "veteranos" também se destacaram no primeiro semestre ao balançar bem as redes. É o caso de Fred, 31 anos, pelo Fluminense. No clube carioca, ele marcou 11 gols no Estadual.

Na Série B o cenário se repete. Dos cinco primeiros na artilharia, três possuem 30 anos ou mais. É o caso de Zé Carlos, do CRB. Aos 32 anos, ele lidera a briga pelo posto de 'matador' da Segundona, com 16 gols. Marcelo Toscano, do América-MG, e Tozim, do Luverdense, também estão no auge dos seus 30 e ambos possuem 11 gols cada. Kieza (29 anos) e Arthur (23), do Atlético-GO, são os "intrusos" nessa lista.

HISTÓRIA

A artilharia dos trintões não é uma novidade no Campeonato Brasileiro. No ano passado, Fred foi o goleador máximo do torneio aos 31 anos. Com a mesma idade em 2011, Borges marcou mais gols na Série A. Já em 2008, Kléber Pereira e Washington foram artilheiros com 33 anos. Para todos eles, a idade não pesou no caminho dos gols. Mas ninguém supera Romário neste quesito. Em 2005, aos 39 anos, o Baixinho balançou as redes 22 vezes e marcou mais do que qualquer outro atacante na elite nacional. Romário é o artilheiro mais velho do Brasileiro até hoje.

Mais conteúdo sobre:
futebol Santos FC Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.