Divulgação
Divulgação

Trio de promessas festeja chance entre os profissionais do Flu

Técnico Cristóvão Borges promoveu três jogadores do time sub-20: o volante Luiz Fernando, o meia Olivera e o atacante Pablo Dyego

Estadão Conteúdo

10 de janeiro de 2015 | 12h37

Os jogadores formados nas categorias de base serão algumas das principais apostas do Fluminense para 2015, temporada em que o time não conta mais com o apoio da Unimed Rio para investimentos. E o técnico Cristóvão Borges promoveu três jogadores da equipe Sub-20 para o grupo profissional: o volante Luiz Fernando, o meia Olivera e o atacante Pablo Dyego.

Com a chegada do trio, o Fluminense passa a ter 13 jogadores formados na base entre os profissionais - os outros são Klever, Igor Julião, Rafinha, Fernando, Michael, Robert, Marlon, Kenedy, Gerson e Marcos Felipe. Para Pablo Dyego, a presença de antigos companheiros ajudará na sua adaptação.

"Jogar ao lado de antigos companheiros da época da base ajuda muito. Você acaba tendo mais liberdade, mais facilidade para se entrosar dentro e fora de campo", disse o jogador, que em 2013 foi emprestado ao Djugarden, da Suécia.

Uruguaio, Olivera revelou que já aguardava pela chance entre os profissionais há algum tempo. "Espero por esta oportunidade desde que cheguei no Fluminense. Estava focado no Sub-20, mas sempre de olho no profissional. Será um momento de avaliação. Vou me esforçar para poder jogar o máximo possível", afirmou.

Para Luiz Fernando, a boa participação em treinos entre juniores e profissionais ajudou na sua promoção. "Já participei de treinos aqui no profissional quando a comissão técnica solicitava os atletas da base para completar o trabalho dos profissionais. Estava aguardando uma chance assim há muito tempo. Por isso, espero conseguir me firmar aqui em cima", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.