Sergio Castro/AE - 4/12/2009
Sergio Castro/AE - 4/12/2009

Trio ofensivo do São Paulo é duvida contra o Prudente

O meia-atacante Marlos e os atacantes Dagoberto e Fernandão permanecem como dúvidas por lesão

AE, Agência Estado

20 de julho de 2010 | 20h28

O técnico Ricardo Gomes dificilmente poderá contar nesta quarta-feira com o trio ofensivo que vem escalando nos últimos jogos do São Paulo. Para a partida diante do Prudente, no Morumbi, válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, o meia-atacante Marlos e os atacantes Dagoberto e Fernandão permanecem como dúvidas por lesão.

O caso mais grave é o de Dagoberto, que sente dores na coxa esquerda e está praticamente descartado. Já o problema de Fernandão é no joelho esquerdo. Ambos não treinaram nesta terça e apenas fizeram trabalhos no Reffis. Gomes confirmou a preocupação com a dupla de ataque. "Fernandão e Dagoberto sentiram contra o Vitória e não se recuperaram normalmente. Temos de ter paciência", disse.

Quem tem mais chances de atuar é Marlos. O jogador chegou a ser dúvida após receber uma pancada no treino de segunda, mas trabalhou normalmente nesta terça. Outro que pode estar entre os titulares é o zagueiro Xandão. Mesmo não sendo cotado para começar jogando, ele foi escalado para dar entrevistas, o que pode indicar a sua escalação.

"É bem provável (a titularidade). Estou na expectativa de começar esta partida. Não posso afirmar que vou. Se fui escalado para dar coletiva é bem provável que sim", confirmou o defensor. Ele atuaria ao lado de Miranda e Alex Silva, que volta de suspensão. Assim, resta a dúvida sobre quem seria sacado da equipe.

Se Gomes optar pela saída de Junior Cesar, Richarlyson seria deslocado para a ala esquerda. Na frente, Fernandinho e Washington são os substitutos mais cotados. Desta forma, o São Paulo teria a seguinte formação: Rogério Ceni; Xandão, Alex Silva e Miranda; Jean, Rodrigo Souto, Hernanes, Marlos e Richarlyson; Fernandinho e Washington.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.