Oliver Weiken/Efe
Oliver Weiken/Efe

Trio português pode mudar de clube após boa Copa do Mundo

Atuações do goleiro Eduardo, lateral Fabio Coentrão e do meia Tiago atraíram olhares de grandes clubes

Reuters

30 de junho de 2010 | 15h37

JOHANNESBURGO - O goleiro Eduardo, o lateral-esquerdo Fabio Coentrão e o meio-campista Tiago, os três jogadores de Portugal que mais reforçaram sua reputação na campanha apagada de sua seleção na Copa do Mundo, podem ser recompensados com transferências para grandes clubes.

Veja também:

linkMourinho defende Cristiano Ronaldo e critica atuação de Simão

linkGoleiro português lamenta único gol sofrido na Copa 

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

  

"O desempenho de Eduardo foi brilhante. Ele fez algumas defesas muito importantes", disse o técnico Carlos Queiroz aos repórteres após a derrota de 1 x 0 para a Espanha nas oitavas de final de terça-feira.

 

Após uma bela temporada no Braga, onde contribuiu muito para a surpreendente luta do clube pelo título, o goleiro vem sendo ligado ao campeão português Benfica. Sua atuação forte na África do Sul desencadeou conversas sobre a mudança para alguma das principais ligas da Europa. "Sim, tem havido conversas sobre uma transferência. Vamos ver o que acontece nos próximos dias", disse o jogador de 27 anos.

 

Coentrão também pode estar conversando com seus agentes depois de impressionar no Mundial. O jogador do Benfica só havia sido convocado uma vez para a seleção portuguesa e atuou em todos os quatro jogos da Copa de 2010. Um jornal esportiva da Espanha afirmou na semana passada que o Bayern de Munique mostrou interesse em contratar Coentrão, de 22 anos, mas a mudança ainda não foi confirmada.

 

"Tenho um contrato com o Benfica até 2015, mas não sei como as coisas estão no momento. Parece haver clubes interessados", disse ele aos repórteres. "Eu adoraria disputar a Liga dos Campeões com o Benfica, mas não estou dizendo que quero ficar no clube para sempre, já que em termos de orçamento há times que podem oferecer mais", acrescentou.

 

O meio-campo Tiago foi emprestado para o Atlético Madrid em janeiro para encerrar seu pesadelo na Juventus e reconquistar seu lugar na seleção portuguesa. Ele brilhou no massacre de 7 x 0 sobre a Coreia do Norte, fazendo uma assistência e dois gols.

 

Enrique Cerezo, presidente do Atlético, declarou à Reuters na semana passada que o clube está em negociações com a Juventus para contratar o jogador em definitivo.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.