Vitor Silva/SS Press
Vitor Silva/SS Press

Triste, Eduardo Hungaro quer reação do Botafogo na Copa Libertadores

Treinador faz questão de destacar que o foco da equipe está na competição sul-americana

Agência Estado

10 de março de 2014 | 12h13

RIO - Com a derrota de 2 a 0 para o Flamengo, sofrida no clássico deste domingo, no Maracanã, o Botafogo já não tem chances matemáticas de ir às semifinais do Campeonato Carioca. A eliminação, embora fosse esperada pela campanha ruim que o time vem realizando no torneio, foi lamentada pelo técnico Eduardo Hungaro, que agora projeta uma reação da equipe na partida desta quarta-feira, contra o Independiente del Valle, às 19h45 (de Brasília), no Equador, pela terceira rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores.

Ao ser questionado, em entrevista coletiva, se o Botafogo poderá usar de forma positiva a eliminação no Carioca, o treinador respondeu: "Neste momento o sentimento é de chateação, se vamos ter proveito ou não o futuro vai dizer. Neste momento do ano a gente tinha imaginado era termos chegado nesse período disputando as duas competições em condições de ganhar. Se o fato de disputar uma competição só vai trazer proveito, o futuro vai dizer. Mas nesse momento estamos muito chateados".

Hungaro, porém, tirou o peso da eliminação na competição estadual ao dizer que o "tempo todo temos dito que a prioridade é a Libertadores". Entretanto, não deixou de reconhecer que os 16 pontos conquistados em 13 jogos no Carioca é um desempenho bem abaixo do esperado. "Tenho dito após os resultados negativos que não é o que a gente quer, pois está aquém do que o Botafogo deveria estar realizando. Ninguém está mais triste do que os jogadores e a comissão. Poderíamos ter tudo para fazer resultados melhores e, assim, garantirmos a classificação para a semifinal. Ela não veio, e estamos muito tristes", admitiu.

O Botafogo lidera o Grupo 2 da Libertadores, com quatro pontos ganhos, um à frente do vice-líder San Lorenzo, da Argentina, que nesta quarta jogará em casa diante do Unión Española, do Chile, este no terceiro lugar, com dois pontos ganhos. Já o Independiente del Valle é o lanterna da chave, com apenas um ponto.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.