Troca de técnicos brasileiros no Japão

Troca de técnicos brasileiros na Primeira Divisão do Japão. Antoninho Angeli,ex-artilheiro do Botafogo de Ribeirão Preto na década de 60, vai assumir o Shimizu Spulse, da cidade de Shizuoka. O clube também já contratou dois jogadores tupiniquins: o volante Fabinho, ex-Flamengo e Ponte Preta, e o atacante Araújo, do Goiás. Antoninho, de 64 anos, vai receber perto de US$ 30 mil mensais. Antes ele já tinha trabalhado em outros clubes japoneses da Primeira Divisão. Seu preparador físico será Élcio de Ávila, ex-volante da Ponte Preta na década de 70. Por outro lado, Régis de Angeli, filho de Antoninho, está retornando do Japão depois de uma temporada negativa como auxiliar técnico do Kashiwa Reysol, que também demitiu o técnico Marco Aurélio Moreira, ex-Ponte Preta, e o fisicultor Toninho Oliveira, ex-Flamengo e Cruzeiro. Eles trabalharam um ano e meio no Reysol, que terminou a temporada na 12ª posição, entre 16 participantes. O campeão da temporada foi o Yokohama Marinus, que conquistou os dois turnos. Nesta quinta-feira será decidido o título da Copa do Imperador entre o Cerezzo Osaka, dos brasileiros Barão, revelado no interior do Paraná, e do zagueiro João Carlos, ex-Corinthians, contra o Jubilo Iwata, de Rodrigo Grall, ex-atacante do Grêmio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.