Cesar Greco/ Divulgação
Cesar Greco/ Divulgação

'Trocamos as peças, mas não temos tempo de treinar', diz Prass

Palmeiras ganhou um ponto nos últimos três jogos

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2015 | 18h49

O goleiro Fernando Prass enumerou vários motivos para explicar a oscilação do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Nos últimos três jogos, a equipe somou apenas um ponto.

“Falta tempo para trabalhar, troca jogadores, suspensão, lesão. O nosso time começou a ter muitas trocas no mesmo momento da sequência de dois jogos por semana. Mas não é só o Palmeiras, as outras equipes também passaram a sofrer mais gols justamente por isso”, afirmou o goleiro no desembarque em São Paulo, nesta quinta-feira, após a derrota por 1 a 0 para o Inter.

Na opinião do goleiro, o fator mais importante é o pouco tempo de treinamento. “Perdemos jogadores na sequência de jogos quarta e domingo. Então, você troca as peças, mas não tem tempo de treinar com elas”, disse o treinador.

No sábado, a equipe recebe o Figueirense no Allianz Parque e o problema de falta de entrosamento poderá ser minimizado com o retorno de Lucas, Arouca, Robinho e Gabriel Jesus. O objetivo é tentar se reaproximar do G-4 – a distância hoje é de três pontos. “Temos que conversar bastante, o Marcelo (Oliveira, técnico) mostra os vídeos e fala dos nossos erros”, afirmou Prass.

 
Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoPalmeirasPrass

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.