Felipe Nyland
Felipe Nyland

'Trocaria meu gol pela vitória', diz Pedrinho após derrota do Corinthians em Maceió

Meia corintiano voltou ao local onde iniciou a carreira, mas viu time perder por 2 a 1

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2019 | 09h00

O meia Pedrinho foi o único destaque positivo na derrota do Corinthians diante do CSA, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. O meia fez o gol corintiano em seu retorno à sua terra natal, Maceió, em Alagoas. Por isso, suas declarações foram tão contrastantes entre o intervalo e o final da partida.

No intervalo, ele estava emocionado, quase às lágrimas, com o gol marcado diante dos amigos e familiares. “A gente que é alagoano sabe o que passa. Fico muito feliz de fazer o gol aqui em Maceió, onde eu nasci. Meus familiares estão todos aqui”, disse o jogador que atuou no CSA.

Pedrinho recebeu uma camisa 10 do CSA emoldurada, das mãos de dirigentes do clube alagoano. Foi nas categorias de base do Azulão que ele deus os primeiros toques na bola. Ele atuou no clube dos seis aos 12 anos.

No final da partida, Pedrinho mostrou sua decepção com a sétima rodada seguida sem vitória. “Isso não pode acontecer. Temos de evoluir. Eles aproveitaram as duas chances que tiveram. Trocaria meu gol pela vitória. Não passamos por uma fase boa, mas precisamos trabalhar”, disse Pedrinho.

As declarações de Pedrinho ficaram em segundo plano diante das reclamações do presidente Andrés Sanchez, o único a comparecer na entrevista coletiva. Sanchez afirmou que o técnico Fábio Carille tem contrato até o final do ano, mas cobrou mudanças. Também cobrou nova atitude dos jogadores e até da diretoria. “Carille está do jeito que eu estou, decepcionado, p... Lógico que pode vencer o Flamengo, mas jogando essa merda que está jogando não ganha. Temos que jogar mais, não podemos ser apáticos, parece que o time está de férias, e férias é só em dezembro", criticou o presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.