Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Tropeços na temporada reduzem meta de premiação do Palmeiras

Após sonhar com recompensas grandes, clube se concentra nos R$ 11 milhões que pode receber da CBF ao fim do Brasileiro

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

27 Novembro 2017 | 11h00

O Palmeiras enfrenta o Botafogo, nesta segunda-feira, e o Atlético-PR, no próximo domingo, movido por R$ 11,3 milhões. A quantia é a que será entregue pela CBF para o clube vice-campeão brasileiro desta temporada, colocação almejada pela equipe para encerrar o ano, apesar de o valor estar bem abaixo das premiações sonhadas pela diretoria em 2017.

+ Palmeiras enfrenta Botafogo para marcar despedida de Zé Roberto

+ Clube ganha títulos estaduais sub-11 e sub-15 na arena

Sem contar o montante que seria recebido pelas organizações dos campeonatos, o Palmeiras contava com um acordo feito com a patrocinadora, a Crefisa. Quando as duas partes selaram a renovação do contrato, em fevereiro, foi prometido ao clube receber R$ 40 milhões da empresa se fosse campeão de todas as competições possíveis no ano (Paulista, Brasileiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Mundial de Clubes).

Os tropeços na temporada deixaram essa meta distante. Pelo menos a vaga na fase de grupos da Libertadores está garantida e o objetivo agora mobilizar o elenco para conseguir terminar o Brasileiro no segundo lugar. "Esses R$ 11 milhões são o nosso o foco. É um valor muito importante para a receita do clube e vamos atrás de conseguir", disse o volante Felipe Melo.

A CBF entregará ao Corinthians cerca de R$ 18 milhões pela conquista do Brasileiro. O clube do Parque São Jorge recebeu aproximadamente R$ 5 milhões por ter sido o campeão paulista, competição em que o Palmeiras foi semifinalista. Em outras competições em que participou neste ano, a equipe alviverde brigou pelo prêmio de R$ 6 milhões da Copa do Brasil e de cerca de R$ 25 milhões da Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.