TRT decide que Deivid fica na Vila

O atacante Deivid deve permanecer na Vila Belmiro até que seja decidida a questão judicial estabelecida entre o Santos e o Nova Iguaçu, a respeito do passe do jogador. Esse é o entendimento atual da diretoria do clube, que anunciou na noite desta quinta-feira a obtenção de medida liminar concedida pela juíza Maria Aparecida Pelegrina, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), para onde a questão acabou sendo encaminhada.Em entrevista coletiva realizada na Vila Belmiro, o vice-presidente Norberto Moreira da Silva reafirmou que 50% do passe do atleta pertencem ao Santos. "Também está muito bem documentado no contrato, que o Santos teria a preferência no caso de uma eventual venda dos 50% restantes, de propriedade do Nova Iguaçu", disse, ao destacar que o time está disposto a um entendimento, ou uma melhor negociação, sobre o destino do atacante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.