Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Tumulto marca início da venda de ingressos da final do Paulistão em Campinas

Quando bilheterias foram abertas, por volta das 9h, torcedores tentaram furar a longa fila que já estava formada no Moisés Lucarelli

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2017 | 12h38

Uma imensa fila contornava o estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, na manhã desta quarta-feira no início da venda de ingressos para a final do Campeonato Paulista entre Ponte Preta e Corinthians, no domingo. Houve tumulto por volta das 9h, quando as bilheterias foram abertas. Torcedores tentaram furar a fila e foram empurrados por aqueles que já aguardavam. A Polícia Militar foi acionada para conter o princípio de tumulto.

A fila começou a se formar na tarde de segunda-feira. Nesta terça-feira, a reportagem do Estado encontrou torcedores que levaram barracas de camping, colchões e até uma churrasqueira para aguardar a abertura das bilheterias. Chegar com tanta antecedência significa ter mais possibilidades de ficar nos melhores setores do estádio.

"Existem apenas 4.600 ingressos para a geral. Por isso, quis chegar tão cedo. Chegou a nossa vez e não podia perder esse jogo", conta o torcedor Edson Santos, que era o terceiro da fila.

Paralelamente à venda dos ingressos para os torcedores comuns, o clube continua oferecendo o serviço de troca de ingressos para os sócios, que possuem uma fila separada. O local também registrou grande movimentação desde a tarde desta terça-feira, início da distribuição.

A expectativa da diretoria é de que o estádio receba cerca de 18,5 mil torcedores, capacidade máxima do estádio chamado carinhosamente de Majestoso. Os valores para a torcida comum são de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) na arquibancada central e R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) na cabeceira do gol de entrada, assim como para os visitantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.