Tunísia e Arábia Saudita fazem duelo islâmico e decisivo

Tunísia e Arábia Saudita fazem o que pode-se charmar de partida decisiva, mesmo que seja a estréia das duas seleções no Mundial da Alemanha, quarta-feira, em Munique. O que torna o jogo uma verdadeira decisão é porque os dois times estão no Grupo H, junto com Espanha e Ucrânia, as favoritas para uma vaga nas oitavas-de-final.O técnico da Tunísia, o francês Roger Lemerre busca, além da vitória sobre os asiáticos, sua redenção após a pífia campanha da França na Copa de 2002, comandada por ele na ocasião. Os árabes, que participam de seu quarto Mundial seguido, e agora são dirigidos pelo brasileiro Marcos Paquetá, também pensam em apagar a campanha realizada na Copa passada, quando foram eliminados na primeira fase sem marcar um gol sequer, e levando a maior goleada da competição, 8 a 0 contra a Alemanha."Esta será uma das mais importantes e difíceis partidas para nós. Além de ser um clássico", disse o lateral-direito Hatem Trabelsi. "Acho que as os dois times tem chances iguais de vencer a partida, que é importantíssima para passarmos de fase", completou.Um a das chaves para a vitória dos africanos é um brasileiro, o atacante Francileudo dos Santos, naturalizado tunisiano, artilheiro das eliminatórias da África com seis gols.Paquetá, que tem em seu currículos títulos de Mundiais sub-17 e sub-20 com o Brasil, fez vários treinamentos secretos, quem sabe tentando invocar o estilo que Parreira em 1994, quando a seleção brasileira foi tetracampeã após muitos anos sem vencer uma Copa do Mundo. "Somos melhores técnica e fisicamente, mas esta partida será muito difícil. Quem perder está praticamente fora do Mundial", concluiu o meia árabe Omar Al Ghamdi.Ficha técnica:Tunísia: Ali Boumnijel; Hatem Trabelsi, Radhi Jaidi, Karim Hagui, David Jemmali; Hamed Namouchi, Joahar Mnari, Adel Chedli, Riadh Bouazizi; Ziad Jaziri e Yassine Chikhaoui. Técnico: Roger Lemerre.Arábia Saudita: Mohamed Al Deayea; Redha Tuker, Hussein Sulaimani, Hamad Al Montashari, Ahmed Dokhi; Saud Al Khariri, Mohamed Ameen, Mohamed Noor, Mohammad Al Shalhoub, Sami Al Jaber; Yassir Al Qahtani. Técnico: Marcos Paquetá.Árbitro: Mark Shield (Austrália). Horário: 13h (de Brasília). Local: Allianz Arena, Munique

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.