Tunísia é melhor do que mostrou no 1.º jogo, diz Aragonés

O técnico da seleção espanhola, Luis Aragonés, disse neste domingo que espera uma partida difícil com a Tunísia. "Estou preocupado porque a Tunísia não se apresentou bem em sua partida de estréia, contra a Arábia Saudita. Eles jogam muito melhor do que aquilo que vimos, têm um treinador inteligente e um meio-de-campo de muita qualidade".Aragonés assegurou que não subestima seu próximo adversário. "Eles são bem organizados no meio-de-campo e, na frente, o Jaziri é rápido, se movimenta muito e é bastante perigoso. Todas as seleções nesta competição são equivalentes, e tudo pode acontecer".Apesar da goleada de 4 a 0 sobre a Ucrânia, na estréia de ambas as equipes na Copa, o treinador espanhol contém o entusiasmo. "A euforia aconteceu somente com as pessoas na Espanha, e nunca houve risco de sermos contaminados aqui. Não tive de dizer aos jogadores para se manterem concentrados no campeonato, porque eles sabem disso. Todos os jogos serão diferentes e difíceis para nós".Com relação ao jogo contra a Ucrânia, Aragonés fez questão de ressaltar que nem tudo deu certo naquela partida. "O que muitos deixaram de mencionar é que houve aspectos negativos naquele encontro. Por exemplo, eles tiveram algumas chances para marcar depois de terem um jogador expulso. Nós até podemos repetir o desempenho daquela partida, mas vou exigir o máximo dos meus jogadores se eles quiserem alcançar alguma coisa nesta Copa".Por fim, o treinador desmentiu que estivesse com problemas de relacionamento com Raúl. "É perfeitamente compreensível que ele esteja mais sério, porque não está jogando. Eu estaria do mesmo jeito se estivesse no lugar dele. Mas o Raúl jogou durante 40 minutos contra a Ucrânia e acredito que as pessoas estão desvirtuando o contexto das coisas. Não entendo a polêmica; o Raúl é um rapaz humilde e não pretendo voltar a falar nesse assunto".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.