Tupi marca golaço no fim, vence Ceará de virada e deixa a lanterna da Série B

O Tupi conseguiu deixar a lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro em grande estilo. Na noite desta sexta-feira, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), o time mineiro derrotou o Ceará por 2 a 1, de virada, na sequência da 15.ª rodada. O gol da vitória foi marcado aos 43 minutos do segundo tempo pelo jovem Marcos Serrato.

Estadão Conteúdo

08 de julho de 2016 | 23h46

Com a vitória, o Tupi subiu para o 17.º lugar, com 12 pontos, ainda na zona de rebaixamento, mas deixando a lanterna para o Sampaio Corrêa, que encara o Joinville neste sábado. O Ceará, por sua vez, perdeu a chance de dormir na liderança, mas segue no G4 (zona de acesso), com 27 pontos.

Bastante determinado, o Ceará não demorou para abrir o placar. Logo aos nove minutos, Wescley fez boa jogada individual e tocou com categoria, por cima, na saída do goleiro. O gol sofrido logo no início irritou ainda mais a torcida local. Alguns torcedores do Tupi compareceram ao estádio vestidos de palhaço e outros levaram uma faixa direcionando o gol para os mineiros. O time visitante tentou se aproveitar da situação e seguiu pressionando. Felipe e Bill chegaram em boas condições dentro da área, mas acabaram travados.

Mais na base da raça do que da técnica, o Tupi conseguiu empatar aos 27 minutos. Depois de cobrança de escanteio, a defesa do Ceará não conseguiu cortar e Rodolfo Mol aproveitou para finalizar rasteiro, sem chances de defesa para Everton. A igualdade equilibrou a partida até o intervalo e durante boa parte do segundo tempo. Após voltar dos vestiários, os dois times pouco conseguiram criar e só voltaram ao ataque depois de trocar algumas peças.

Após uma chance perdida pelo ataque cearense em jogada de bola parada, o Tupi conseguiu a virada. Vinícius Kiss puxou contra-ataque e acionou Spíndola pela esquerda. O lateral encontrou Thiago Silvy na entrada da área, que ajeitou de calcanhar para Marcos Serrato pegar de direita, de primeira, marcando belo gol aos 43 minutos. O chute saiu forte e tocou no travessão antes de entrar.

No último lance, o Ceará teve a chance de empatar em jogada de bola parada, mas Rafael Santos, que estava machucado, conseguiu fazer a defesa.

O Tupi volta a campo contra o CRB, na próxima sexta-feira, às 21 horas, no Rei Pelé, em Maceió (AL). No sábado, o Ceará encara o Criciúma, às 16 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

TUPI 2 X 1 CEARÁ

TUPI - Rafael Santos; Douglas (Thiago Silvy), Rodolfo Mol, Gabriel Santos e Bruno Costa; Renan Teixeira, Rafael Jataí, Marcos Serrato e Gabriel Saciolotto (Tiago Spíndola); Jonathan e Rubens (Vinícius Kiss). Técnico: Estevam Soares.

CEARÁ - Éverson; Eduardo, Valdo, Sandro e Thallyson; João Marcos, Richardson, Felipe e Wescley (Serginho); Rafael Costa (Rafinha) e Bill (William Henrique). Técnico: Sérgio Soares.

GOLS - Wescley, aos nove, e Rodolfo Mol, aos 27 minutos do primeiro tempo; Marcos Serrato, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Pablo dos Santos Alves (PB).

CARTÕES AMARELOS - Marcos Serrato (Tupi) e Valdo (Ceará).

RENDA - R$ 8.920,00.

PÚBLICO - 478 pagantes.

LOCAL - Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.